Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

15 de dez de 2013

MEVLANA RÛMI – 15 de dezembro de 2013



Em sua história, eu fui Rûmi.
Na verdade, eu sou o Um, como você é o Um.
Eu me instalo em você, para transmitir a mensagem que eu venho portar-lhe.

Eu me dirijo a essa assembleia, aqui reunida, a essa assembleia reunida por sua tecnologia, assim como a todos aqueles que se juntarão a nós na sequência.

Eu sou Melquisedeque do Ar.
Em sua assembleia, talvez, vocês me conheçam pouco.
Então, eu me apresento.

Quando eu fui Rûmi, eu portava uma mensagem muito simples: Acolher a morte é acolher Deus.
Então, é claro, eu falava da morte da pessoa, da ilusão de ser uma pessoa.
A dança que eu instituí vinha refletir isso (ndr: dança giratória sagrada dos dervixes rodopiantes, designados sob o nome de Samā‘).

Dança da morte, dança de luto.
Separar-se da pessoa apenas pode levá-lo à Verdade.
Você tem procurado, procurado, procurado encontrar a Verdade na pessoa.
E o que você encontrou?
Caminho sem saída e volta ao ponto de partida: a ignorância.

Então, se você é autêntico em sua busca, pode, talvez, aceitar a ideia de deixar morrer a personalidade, para ver o Um emergir.
Então, essa era a minha mensagem.
Mas você deve vivê-lo.

Eu poderia dizer-lhe, igualmente:
Seja grande e sólido como a montanha, para ajudar e amar o conjunto da humanidade.
Seja o oceano que acolhe a vida em seu seio, sem julgamento.
Seja a terra, que aceita, com humildade, ser pisada, permanentemente.
Seja a água da fonte, para que a transparência regue o mundo.

Eu poderia dizer-lhe tudo isso e poderia desenvolver isso durante horas.
Ou eu poderia propor-lhe outra coisa: Seja você mesmo.

Quer você ande, quer você dance, quer você cante, quer você permaneça no silêncio, o que é que isso muda, se você é fiel à sua Verdade?
Você quer olhar a chegada do Um revelar-se nesse mundo ou quer vê-lo realizar-se em você?
E o Um apenas pode estar presente em sua Verdade.
Então, por que procurar alhures algo de maior?

Nada é maior do que o Um, em cada gota d’água.
Em você, em sua verdade, mantém-se ali, o Um.

Se você procura o Um em outro lugar que não em sua Verdade, se você o olha através das manifestações exteriores, então, encontrará as manifestações exteriores.
Se você procura ajudar o mundo, querer apoiá-lo, então, você encontrará suficiente sofrimento a sustentar em seu caminho.

Se você procura a Verdade, Verdade de sua própria experiência, Verdade sem concessão, Verdade que não se apoia em qualquer crença, em qualquer esquema de seu mental, então, aí, você encontrará a Verdade, Verdade do Um que se apresenta a você.

Diga-me o que você procura, e eu lhe direi o que encontrará.

A Luz encontra-se apenas na Verdade.
Então, juntos, giremos, para embriagar a pessoa, festejemos seu desaparecimento, deixando lugar ao Um.

O mundo que se desenrola sob os seus pés é oriundo de sua busca.
Cabe apenas a você transformá-lo, procurando a Simplicidade.
Simplicidade da Verdade, que não pode permitir-se qualquer compromisso com o conjunto de regras estabelecidas em seu mundo.

Busque a Verdade, em cada instante.
O que ela tem?
Você não poderá descobrir outra coisa que não o Um, o Amor.

Buscar a morte da personalidade ou procurar o Amor é a mesma coisa.

Então, eu volto a perguntar-lhe, outra vez, o que você quer ser.
Você quer ser a imensidade ou quer ser o que você É?
E eu volto a perguntar: O que você quer procurar?
O que há de mais importante do que procurar a Verdade?

Então, seja o que você É, de toda a Eternidade.
Isso começa no que você É, para além da personalidade.
E aceita apenas a Verdade.

Os compromissos podem apenas arrastá-lo à ilusão.

Eu lhe proponho, no Silêncio, que giremos, juntos, você em seu seio, e eu, que sou você.
No Silêncio, busquemos a Verdade.
Sem pensamento, sem construção de qualquer espécie, acolha o que você É, no Silêncio.

[Silêncio / Efusão]

Se há interrogações em relação ao que eu acabo de desenvolver, ficarei contente de poder ali aportar alguns elementos de resposta.

Não há questão.

Eu escuto, em seu Coração, o Silêncio.

E eu terminarei nisso.
Viver a Verdade do Instante não necessita de um posicionamento específico, nem necessita que você renuncie a tal ou tal atividade.
Só a resposta em sua Verdade indicará o que É, verdadeiramente.

Que o Ar que eu porto venha sustentar seu Fogo.

Na Verdade, no Um, eu os espero.
Nós os esperamos.

Recebam todos os meus encorajamentos.
Recebam todo o meu Amor.

---------------------------------
Transmitido por Ar.

3 comentários:

  1. Separar-se da pessoa apenas pode levá-lo à Verdade. Você tem procurado, procurado, procurado encontrar a Verdade na pessoa. E o que você encontrou? Caminho sem saída e volta ao ponto de partida: a ignorância.

    Então, se você é autêntico em sua busca, pode, talvez, aceitar a ideia de deixar morrer a personalidade, para ver o Um emergir.

    Se você procura ajudar o mundo, querer apoiá-lo, então, você encontrará suficiente sofrimento a sustentar em seu caminho.

    Então, juntos, giremos, para embriagar a pessoa, festejemos seu desaparecimento, deixando lugar ao Um.

    Buscar a morte da personalidade ou procurar o Amor é a mesma coisa.

    Sem pensamento, sem construção de qualquer espécie, acolha o que você É, no Silêncio.

    Viver a Verdade do Instante não necessita de um posicionamento específico, nem necessita que você renuncie a tal ou tal atividade.

    ResponderExcluir
  2. "Quando eu fui Rûmi, eu portava uma mensagem muito simples: Acolher a morte é acolher Deus. Então, é claro, eu falava da morte da pessoa, da ilusão de ser uma pessoa

    "Separar-se da pessoa apenas pode levá-lo à Verdade
    "Então, se você é autêntico em sua busca, pode, talvez, aceitar a ideia de deixar morrer a personalidade, para ver o Um Emergir.
    Então, essa era a minha mensagem.
    Mas você deve vivê-lo.

    "E o Um apenas pode estar presente em sua Verdade.
    "Se você procura a Verdade, Verdade de sua própria experiência, Verdade sem concessão, Verdade que não se apoia em qualquer crença, em qualquer esquema de seu mental, então, aí você encontrará a Verdade, Verdade do Um que se apresenta a você.

    "A Luz encontra-se apenas na Verdade.
    Então, juntos, giremos, para embriagar a pessoa, festejemos seu desaparecimento, deixando lugar ao Um,

    "Então, seja o que você É, de toda a Eternidade.
    Isso começa no que você É, para além da personalidade. E aceita apenas a Verdade.
    "Sem pensamento,sem construção de qualquer espécie, acolha o que você É, no Silêncio.
    "Eu sou o Um, como você é o Um.
    "Na verdade, no Um, eu os espero."

    ResponderExcluir
  3. "Então, se você é autêntico em sua busca, pode, talvez, aceitar a ideia de deixar morrer a personalidade, para ver o Um emergir."

    Que o nosso "Amém Coletivo", possa ressoar no Universo!

    E para comemorar, vamos dançarrrr

    http://www.youtube.com/watch?v=lFIQMM8bZQk

    ResponderExcluir