Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

14 de set de 2013

O.M. AÏVANHOV – 14 de setembro de 2013



Meus caríssimos amigos, eu venho, na sequência de nossa irmã Estrela, como Comandante dos Melquisedeques.

Eu venho fazer um pequeno balanço do conjunto de informações que nós lhes temos transmitido.
As mensagens são cada vez mais numerosas, mas vocês observarão que elas vão, todas, ao mesmo sentido.

O período está carregado em comunicação, carregado em vibrações: nós estamos ao mais perto de vocês.
Tem sido longamente desenvolvido sobre o Silêncio, eu não voltarei a isso.
Esse ponto é essencial, vocês o terão amplamente compreendido.

É o tempo, igualmente, que foi escolhido para vir liberar, ao mais próximo de vocês, os Quatro Cavaleiros.
Os Hayoth Ha Kodesh intervirão amanhã.
Eu poderia dizer que se trata de amanhã à tarde, às 15 horas, hora francesa.
A vinda deles será essencialmente vibratória, porque não pode ser de outro modo.

Os Hayoth Ha Kodesh estão ao mais próximo da Fonte, e as palavras não poderão, em caso algum, ajudar vocês a liberar-se.
É preciso, a um dado momento, passar além de tudo o que nós lhes temos transmitido, para viver sua Essência.

Eu os convidarei, nas semanas que vêm, se o desejarem, se vocês experimentam a necessidade, a observarem as informações na superfície de seu mundo e aproximá-las das diferentes profecias.
Mas sejamos claros: eu não os convido a isso em qualquer esperança de manifestações exteriores, mas, simplesmente, para medir os avanços efetuados em sua humanidade e, assim, medir o que resta a percorrer.

[Efusão]

Já que eu não venho mais frequentemente visitá-los, de maneira coletiva, eu lhes proponho partilhar, agora, um espaço de comunhão, um espaço de fusão...

[Comunhão/Fusão]

Caros amigos, eu os saúdo, e desejo-lhes uma boa noite.

----------------------

Transmitido par Air.


2 comentários:

  1. É preciso, a um dado momento, passar além de tudo o que nós lhes temos transmitido, para viver sua Essência.

    ResponderExcluir
  2. "Mas sejamos claros: eu não os convido a isso em qualquer esperança de manifestações exteriores, mas, simplesmente, para medir os avanços efetuados em sua humanidade e, assim, medir o que resta a percorrer."

    Sozinha, vou mais rápido, no Um, vamos mais longe...

    ResponderExcluir