Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

24 de ago de 2012

IRMÃO K – 24 de agosto de 2012



Mensagem publicada em 26 de agosto, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Eu sou IRMÃO K.
Irmãos e Irmãs encarnados, vivamos, juntos, alguns instantes de Paz.

... Partilhar da Doação da Graça...

Como eu havia dito, eu venho a vocês, nesta noite, a fim de tentar instaurar uma troca, concernente ao que pude dizer, há alguns dias e, também, alguns meses, concernente à Autonomia, à Liberdade, à organização.

O que tenho a dizer será, portanto, sobretudo, oriundo de seus questionamentos, que requerem, por vezes, talvez, explicações mais importantes.
Nossa troca – e além de nossa Comunhão e de nossa Paz – permitir-lhes-á, também, independentemente do que nós diremos, Vibrar além do que lhes é habitual, devido, mesmo, não, unicamente, à sua Presença e à minha Presença, mas, também, à Consciência Micaélica, ao mais próximo da Terra e ao mais próximo de vocês, que lhes dá a perceber o que SNOW havia chamado a ação dos Elementos em vocês.
Isso se desenrolará ao mesmo tempo de nossas trocas, explicando um ritmo mais moderado de minha parte.

Eu os escuto.

Questão: você indicou que, em um sistema piramidal, a base nutre o topo.
Mas, quando de Alinhamentos, as pessoas reagrupam-se, igualmente, em função de um objetivo comum?

Qual é o objetivo?
Depende de uma consciência encarnada?
Absolutamente não, aí está toda a diferença.
Se os Alinhamentos fossem destinados a nutrir o que quer que seja, vocês experimentariam efeitos catastróficos.
Os Alinhamentos permitem-lhes acolher e receber a Luz Vibral.
Até certo momento, ancorar e semear essa Luz e, agora, Liberar.

Onde está a pirâmide?
O que é nomeada uma egrégora visa nutrir uma consciência precisa.
É esse o caso com o que vocês realizam?
O Alinhamento, a partir da ação de Liberação e de Liberador, põe-nos em estado de Transparência e vocês, portanto, absolutamente, nada alimentam.
Vocês apenas fazem permanecer Transparentes.

Como poderia haver uma derivação do que quer que fosse para qualquer consciência que fosse, mesmo se, é claro, existirão, sempre, consciências que compreenderam o que se desenrola, que quererão utilizar esse reservatório de Luz Vibral, mas eles não o poderão.
É preciso, efetivamente, diferenciar a ação da Luz Vibral e a ação da consciência comum.
Em um caso, há Inteligência, no outro caso, há ego.
Não pode existir qualquer alteração, de qualquer energia vital e, ainda menos, da Luz Vibral, pelo princípio do Alinhamento.

Questão: nas Dimensões Unificadas, como funcionariam organizações que corresponderiam ao que se chamam nossas cidades?

Quais cidades?
Quem imagina pensar, crer que exista o que vocês nomeiam de cidades nas Dimensões Unificadas?
Vocês pensam que existam necessidades, ditas fisiológicas, nos Mundos Unificados?
Vocês fazem, assim, apenas projetar seu quadro de referência e seu mundo habitual nos Mundos ditos Unificados.
Eu não falo, mesmo, de Mundos Multidimensionais.
Não esperem encontrar tubulações que conduzam a água, a eletricidade.
Não esperem encontrar o que vocês conhecem nesse mundo: isso é apenas uma projeção.

Querer imaginar um quadro de vida idêntico àquele que é oriundo da predação e da competição nos Mundos Multidimensionais releva apenas de uma projeção.
A Inteligência da Luz está na base de tudo.

Nossas embarcações interdimensionais, mesmo se apresentem, em alguns casos, um componente chamado material, ou mesmo metálico, são apenas a resultante da reunião da Luz e, portanto, de uma intenção ligada à Luz e nada mais.
Apenas nos mundos carbonados dissociados é que vocês são obrigados a alimentar-se, fecundar-se e morrer.

Questão: o que é, então, a terceira Dimensão Unificada?

É uma Dimensão carbonada, como a sua, na qual vocês ainda estão, mas na qual não existe, de modo algum, o que se trata da falsificação.
O princípio de construção, do que quer que seja, passa, unicamente, pela Inteligência da Luz e uma espécie de focalização da Consciência em uma Atenção e uma Intenção determinadas.
A criação é instantânea.
É o mesmo, aliás, nos Planos que eram nomeados de «astral».

Vocês têm testemunhas de qualquer alimentação, do outro lado do Véu?
A única alimentação, a única construção decorre, diretamente, da ação da Luz e, portanto, do Pensamento.

Questão: existem alojamentos ou a necessidade de residir em algum lugar?

Aquele que é Livre não é apegado a qualquer residência.
Existem, nos Mundos carbonados Unificados, agenciamentos específicos da Luz, que conduzem a um agenciamento específico da matéria, cujos componentes não são os mesmos que os seus e nos quais, mesmo a matéria é Transparente, nos quais as pessoas podem estabelecer-se em estruturas, ditas de repouso, mas, absolutamente, nada existe de comparável ao que é conhecido nos mundos carbonados dissociados.
Imaginar que vocês devam dormir, comer ou qualquer outra ação que lhes é conhecida aqui releva da fantasia e da ilusão.

Nas Dimensões Unificadas e, isso, a partir da quinta Dimensão, que correspondem ao Corpo de Luz, corpo Etéreo renovado, vocês pensam, realmente, que existem órgãos, tais como vocês os conhecem?
Onde é que isso foi imaginado?
E por quem isso foi imaginado?

A Liberdade não se acompanha de qualquer necessidade fisiológica e de qualquer necessidade, no sentido fisiológico.
Só seu cérebro de hoje, e a consciência na personalidade tenta fazê-los crer nisso, pela projeção – como eu já disse – de seu próprio quadro de referência.
Um Ser de Luz não se alimenta.
Ele É Luz.
Não existe, portanto, qualquer necessidade.

Questão: a Liberdade é, portanto, não ter que se alimentar e não ter qualquer apego?

Somente nesse nível situa-se a Liberdade, mas, se você não está pronto para fazer essa experiência, ou se você não a deseja, então, ser-lhe-á feito segundo sua Vibração.
Mas vocês não podem ser Livres e estar confinado por qualquer necessidade que seja e por qualquer obrigação que seja.

Não esperem preencher formulários, pagar impostos ou ter que prestar contas a quem quer que seja.
Não existe qualquer hierarquia nos Mundos de Luz.
No máximo, existiria uma forma de sinarquia.

A hierarquia remete-os à organização piramidal, à precedência de uma consciência sobre outra consciência e, portanto, a uma submissão da consciência que obedece a essa precedência.
Isso não pode ser concebível nos Mundos Unificados de Luz.
Do mesmo modo que foi desenvolvido – parece-me, por Arcanjos e alguns Anciões – que não pode existir uma localização formal em uma forma, é-lhes extremamente difícil conceber, perceber ou imaginar o que pode ser uma consciência que não pertence a um corpo ou a uma forma.
Mas é, no entanto, o que acontece.

Seu cérebro, assim como a consciência – no sentido pessoal ou no sentido do Si – não pode, de maneira alguma, dar-se conta dessa Liberdade.
Apenas no que foi nomeado o Samadhi e suas diferentes formas, assim como na Morada de Paz Suprema é que lhes é possível experimentar, de algum modo, essa Liberdade.
Essa Liberdade tem por nome Amor.
Mas esse Amor não pode ser, de maneira alguma, sobreponível, identificável, assimilável com o amor tal como vocês pensam ou tal como o vivem sobre a Terra.

Não sendo limitados a uma forma nem a uma identidade, estando conectados a todas as formas de vida, como vocês podem imaginar ter um domicílio, uma família ou o que quer que seja que pertence ao que existe, unicamente, nos mundos nos quais a predação sevicia?

Questão: no entanto, RAMATAN evocava a existência de organizações no Intraterra.

Ele falava de algumas cerimônias e, em especial, de refeições ritualistas, de organização geodésica, como eu assinalei quando de minha intervenção precedente.
Mas nenhum Ser, nenhuma Consciência pode estar confinada.

O lugar dos intraterrestres era extremamente específico, como Guardiões do Núcleo Cristalino da Terra, ao mesmo tempo estando ou na 3D Unificada, ou na quinta Dimensão.
Existia, não uma organização, mas certo número de elementos que mantinham uma estrutura física, que eu qualificaria de mínima, mas nenhum dos Seres do Intraterra é prisioneiro de uma forma.

Questão: o que você chama de «desconstrução das organizações»?

Tudo o que é societal está concernido.
O confinamento da consciência humana é tal, que é inimaginável viver sem o que lhes é conhecido, sem certa forma de segurança.

Que viria fazer a segurança quando vocês são Autônomos e Livres?
A necessidade de segurança faz apenas traduzir a existência de medos em vocês.

CRISTO havia dito: «será que o pássaro preocupa-se com o que ele vai comer amanhã?».
Olhem onde se está, hoje: a humanidade, em suas previsões, em seus planos, nas necessidades de precaver-se porque, se vocês não têm dinheiro, não comem.
Porque o sistema piramidal é responsável por isso.

O que vocês conhecem e que seus historiadores querem, efetivamente, dizer-lhes, sobre a vida de homens pré-históricos, não concerne ao que vocês são, hoje.
Existem e existiam inumeráveis consciências humanas, presentes sobre a Terra, ao mesmo tempo.
A predação, a satisfação de necessidades, quaisquer que sejam, pertence apenas ao Mundo dissociado, porque esses Mundos dissociados são, justamente, construídos sobre a privação e a falta.
Do mesmo modo que a busca dita espiritual ou o reconhecimento de si, o desenvolvimento pessoal visam apenas preencher uma falta em vocês, que não pode, jamais, ser preenchida, porque o próprio princípio do início desse mundo não é, justamente, ser Livre.

A falsificação da Luz conduz ao que vocês são, mas não imaginem que a Criação possa desenrolar-se assim, alhures.
Quem de vocês pode vangloriar-se de conhecer o que era antes de nascer ou o que será após sua morte?
Enquanto vocês não tenham acesso à Liberdade do Corpo de Existência, que lhes dá a viver estados multidimensionais, vocês não têm acesso à Infinita Presença e ao seu Amor Absoluto.
Ou, enquanto vocês não são Absoluto, não podem pretender, de modo algum, com as projeções e seu cérebro, poder conhecer o que quer que seja.
Tudo permanecerá, sempre, apenas suposição, projeção, mas não corresponde, de modo algum, à realidade de estados multidimensionais.

Questão: por que os intraterrestres não foram tocados pela falsificação?

Os povos intraterrestres, neste planeta, como em qualquer planeta, qualquer que seja a Dimensão, não conhecem as leis de gravidade.
As taxas de compressão, no sentido gravitacional, são supostas de ser cada vez mais intensas: esse é o caso, aproximando-se do Núcleo, mas a ressonância desse mesmo Núcleo, em cavidades gigantescas, pelo retorno da energia e da Consciência, faz com que não exista qualquer força gravitacional.
A maior parte das Portas de Estrelas, como foi explicado há muito tempo, está situada ao nível intraterrestre.
Aí também, imaginar e crer que vocês têm a mesma vida no Intraterra, como sobre a Terra, releva da fantasia a mais pura.

Questão: você indicou que o simples fato de ver as «linhas de predação», basta para extrair-se delas.
Isso significa que a visão Etérea vai desenvolver-se?

Cada vez mais.
A captação Etérea – perceptiva, cutânea e na consciência – das Partículas Adamantinas favorecerá isso.
A difusão do Supramental, ao nível celular, virá aperfeiçoar a transformação do carbono em silício.
As linhas de predação mostrarão a vocês, simplesmente, como alguns seres chegam a religar à própria egrégora pessoal e derivar a energia da Consciência para eles.
Vocês têm outros meios de dar-se conta disso: isso havia sido desenvolvido pelo Bem amado SRI AUROBINDO, há várias semanas, concernente ao Som existente ao nível do Canal Mariano.

Um ser que está instalado na predação, mesmo se ele não tenha consciência disso, aproximando-se dele, dar-lhes-á a viver o desaparecimento instantâneo da Onda de Vida, assim como do Som percebido no ouvido esquerdo.
Ser-lhes-á dado a ver, pela Visão Etérea e a Visão Interior, essas linhas de força.

Questão: pensar em fazer reservas de água e de alimento, nos tempos que vêm, releva de um medo arquetípico ou poderia permitir facilitar a Passagem?

Nenhum alimento, nenhuma sobrevivência pode facilitar a Passagem.
Só a Consciência pode-o.
Nada há a preparar mais, que não si mesmo, antes de tudo.
O resto apresenta, doravante, apenas uma importância extremamente relativa.

Podem existir, contudo, algumas circunstâncias, nas quais vocês vão perceber um impulso para preparar outra coisa que não seu Ser Interior.
Nesse caso, sigam-no.
Lembrem-se: a Luz nutre-os.
O que vem é Luz.

O Arcanjo ANAEL exprime-se, há numerosos anos, sobre a modificação fisiológica de seu alimento e de seu corpo.
Alguns de vocês, sem qualquer esforço, poderiam abster-se, inteiramente, de alimento, sem problema algum.

Questão: se essa organização toma fim a curto prazo, isso significa que haverá um período no qual as coisas serão vividas sem organização, antes do planeta grelha?

Tudo depende de sua consciência.
Alguns Irmãos e Irmãs, sob a ação da Luz, desaparecerão, pura e simplesmente, dessa Dimensão.
Não se trata de uma morte, mas, efetivamente, de uma Ascensão.
Outros se debaterão sobre essa densidade, em seu lado visível ou invisível.
O momento coletivo não se acompanha, de modo algum, do mesmo movimento coletivo.

Questão: você pode desenvolver sobre os impulsos que se poderia ser levado a seguir?
 
O impulso, como o contato com outra Consciência apenas pode vir da resposta do Coração ou, para aqueles para quem isso está presente, a resposta da Onda de Vida.
A Inteligência da Luz, pelo Fogo do Coração ou pelo Canal Mariano ou pela Onda de Vida aporta-lhes respostas.
Enquanto sua resposta é esperada no mental e na razão, ela não é, de modo algum, um impulso da alma e do Espírito.
Esse impulso manifesta-se, claramente, para aqueles que o vivem ao nível da Onda de Vida.

Não há, portanto, que raciocinar ou que colocar-se questão sobre o que quer que seja, porque a Luz, em sua Inteligência, provê, efetivamente, a tudo.
Só aquele que não vive, de momento, a Onda de Vida, serve-se de seu intelecto.

Questão: você diz que outros se debaterão em um plano ou outro.
O que você evoca?

As condições da Ascensão não são, obviamente, as mesmas.
As condições de Ascensão são inscritas em um tempo específico e um desenrolar desse tempo específico que é, certamente, coletivo.
Vocês acreditam que aquele que aceitou Abandonar o Si, que viveu o Si, que viveu o Despertar e que aquele cujo único interesse é o de acumular o dinheiro viverão a mesma Ascensão?

Ser-lhes-á feito, muito exatamente, segundo sua Fé, segundo sua Vibração e, absolutamente, não segundo seus desejos ou suas crenças.
Seu estado de consciência é um estado Vibratório.
A sobreposição de seu estado Vibratório, no momento dado, com a Luz Vibral, restituída, inteiramente, desenrolar-se-á com mais ou menos facilidade.
De sua capacidade de Abandono do Si, ou seja, de deixar essa lagarta desaparecer resulta sua capacidade para viver, muito rapidamente, a borboleta, ou não.

O medo, a necessidade de prever, de antecipar, a necessidade de elaborar hipóteses sobre um modo de vida futuro faz apenas frear a Ascensão.

Nós sempre os temos informado de que a Liberação concerne ao conjunto da Terra, mas nós sempre assinalamos que as modalidades dessa Liberação são, estritamente, individuais, mesmo no movimento coletivo.
Do mesmo modo que um ser humano morre, abandonando esse corpo e, eu repito, não é uma morte o que se produz.
Mas, em uma morte de uma vida passada, ou antes do período de Liberação da Terra, cada ser humano era confrontado às suas próprias criações, no astral.

É o mesmo para sua evolução na Consciência Vibratória.
Só o Amor é a chave.
Durante este período que os separa do 22 de setembro, anunciado por MIGUEL e MARIA, vocês vão constatar o que eu lhes disse, concernente às linhas de predação, concernente à sua capacidade, cada vez mais fácil, de viver ondas de Amor como jamais experimentaram nesse corpo.

A onda de Amor está em adequação com a Onda Galáctica e o Alinhamento Galáctico.
Isso, estritamente, nada tem a ver com uma percepção de outra coisa que não viver esse Amor que é, eu os lembro, nossa Natureza, de todos.

No desafio desse Amor, o que mais pode existir?
É nesse Amor, nessa Onda Galáctica, nessa Irradiação e suas qualidades que se vive a Liberdade.
Todo o resto desaparecerá.
Do mesmo modo que, no passado, quando nós deixávamos um corpo, o que é que era levado desse corpo, desses laços, desses apegos, desses bens ou do que quer que seja mais, ao nível de crenças, mesmo espirituais?
Estritamente nada.
Só o mental quer crer que algo subsista.
Estritamente, nada subsiste, exceto o que vocês São.

Questão: É impossível ser Livre se não se tem o Amor?

O Amor É a Liberdade.
Nenhum conhecimento do que quer que seja pode Liberá-los.
Só o Amor Libera-os, só o Amor é Liberdade.
E eu não falo, é claro, do amor tal como vocês poderiam supô-lo ou mesmo vivê-lo.

O Amor é Vibração, o Amor é Unidade.
O Amor é Absoluto.
Todo o resto são apenas projeções, justamente, de faltas de Amor.

A palavra Amor é, certamente, a que foi a mais degradada, a mais utilizada nesse mundo.
Só aquele que se instala na Última ou Infinita Presença, só aquele que é Absoluto É Amor.

Toda personalidade, mesmo a mais aprimorada, mesmo a mais – se se pode dizer – evoluída, faz-se apenas uma representação do Amor.
Enquanto não há Fogo do Coração, enquanto não há Onda de Vida, enquanto não há Incorporação pelo Manto Azul da Graça, vocês não podem pretender conhecer e viver o Amor.
Porque esse Amor, sem a Presença desses elementos, representará, sempre e em definitivo, apenas a expressão de suas faltas.

Questão: a obrigação de destruição do sistema de organização piramidal, antes da Liberação da Terra...

Não é, propriamente dita, uma obrigação, é o resultado da Luz e do Amor.

Questão: ... isso deve ser vivido para permitir uma tomada de consciência de maior número?
 
Esse é exatamente o caso.
Muitos Irmãos e Irmãs são subjugados pelas mídias, pelas distrações desse mundo.
Se isso desaparece, o que resta?
A Verdade e o Amor.

A desagregação das linhas de predação que vocês verão – tanto ao nível dos seres como ao nível das organizações – é, diretamente, ligada à Luz.
Porque a linha de predação é um confinamento e uma compartimentação da Luz, oriundos da falsificação.
O fim da falsificação assinala, de modo extremamente natural, o fim de todo sistema organizacional.

Estou perfeitamente consciente de que inúmeros ensinamentos ditos espirituais procuraram, justamente, fazê-los crer que existia uma hierarquia ou uma organização espiritual.
Como isso poderia ser possível?

O sentido do pertencimento a um grupo humano – familiar, social, profissional, afetivo – decorre, diretamente, da privação da Luz e, estritamente, de nada mais.
Como imaginar ou supor que a Luz, em seu retorno, vai manter as coisas como estão?

Questão: quando tudo estiver desconstruído, vamos redescobrir a Liberdade e a Autonomia em todos os atos quotidianos?

Quais atos quotidianos?
Eles não existirão mais.
Seria tempo de dar-se conta de que existe uma diferença essencial, fundamental, na qual não pode juntar-se o que vocês vivem em Samadhi, em Alinhamento ou em Shantinilaya e o que vocês chamam seu quotidiano.
A distância vai tornar-se cada vez maior e é o que vocês escolherão ser, no quotidiano ou no Absoluto, no quotidiano ou na Felicidade da Morada de Paz Suprema de Sat Chit Ananda.

Foi dito pelos Anciões, outros, que essa distância tornar-se-ia cada vez mais flagrante.
Para que vocês creem que servem seus Alinhamentos, seus exercícios, tudo o que vocês percebem nesse corpo?
Para fazê-los viver isso.

Crer que vocês podem ser Amor e prosseguir em uma falsificação é, verdadeiramente, um erro lamentável.
Só a personalidade considera que ela vai sobreviver a si mesma, só os ensinamentos espirituais falam-lhes de um mundo melhor, no qual tudo é apenas amor.
Mas qual amor – prisioneiro de uma forma, prisioneiro de uma consciência – é a Liberdade?
Nenhum.

É o que vocês vão descobrir e viver com a Onda de Vida, com a Onda Galáctica e com as manifestações em seus Céus.
É tempo de sair do sonho.
Mas, se o sonho lhes agrada, então, prossigam-no.
Vocês são Livres de suas escolhas e na expressão dessas escolhas.
Mas isso não pode ser a Liberdade e o Amor, é a ausência de Liberdade em uma forma limitada.

Questão: sem pertencimento a grupos, quais são as relações entre os seres?

No que você exprime, demonstra, por si mesmo, que você não apreende o que é a Comunhão, ainda menos a Fusão e, ainda menos, a Dissolução.

O processo da Comunhão, da Fusão ou da Dissolução, assim como foi chamada a Deslocalização da consciência (e que existe há mais de um ano agora), é destinado a fazê-los viver o que vocês nomeiam, aqui, «relação».
Mas isso não existe mais.

O deslocamento é instantâneo, a mudança Dimensional e de forma é instantânea, o Reencontro, pela Comunhão e a Fusão, é instantâneo, com qualquer Consciência que seja.
Isso não pode ser nem compreendido, nem assimilado, nem digerido pelo cérebro.
É preciso vivê-lo.

Enquanto isso não é vivido, efetivamente, de maneira alguma pode ser compreendido nem analisado.
Aquele que vivem, ainda que apenas uma vez, um episódio de Comunhão e de Fusão, não pode mais, jamais, duvidar que a Verdade está aí e a Verdade Absoluta.

As Presenças ao seu lado, quaisquer que sejam, são destinadas, de algum modo, a aclimatá-los à não separação, ao não confinamento.
Eu repito: quando você morre e deixa esse corpo, você leva sua casa, leva seus filhos, leva o que quer que seja que constituía sua vida nesse mundo?
Só a personalidade e o ego, na consciência da personalidade, pode projetar seus próprios medos.

Aquele que viveu a Comunhão, a Fusão, com qualquer Duplo que seja (tanto o dele, como CRISTO/MIGUEL, ou como um Duplo Monádico, ou como um Reencontro no corpo de Existência, com um Irmão ou uma Irmã), sabe o que quer dizer a Comunhão.
Aquele que viveu a Comunhão não pode mais, jamais, falar de relação.

Questão: o que significa: «aqueles que creem nessa ilusão continuarão a viver essa ilusão»?

Isso quer dizer que aquilo a que vocês estão apegados, apega-os.
Se vocês não são capazes de ser Liberados de seus próprios apegos, se vocês creem em seus apegos, vocês serão, obviamente, confrontados, no momento da Liberação, aos seus próprios apegos.
Se o estado Vibratório de sua consciência tem necessidade, para exprimir-se, da noção de uma casa, de uma família, diretamente, depois da passagem, pelo desaparecimento desse corpo, sua alma encarnar-se-á em um mundo chamado terceira Dimensão Unificada, a fim de que exista um período de reaclimatação à Liberdade.
Tão bizarro quanto isso possa parecer-lhes, o ser humano confinado tem, extremamente, medo da Liberdade, mesmo se ele a reivindique e, sobretudo, se ele a reivindique.

Nada há de pior do que aquele que se crê livre nesse mundo.
Isso quer dizer que ele não tem consciência de seu próprio confinamento.
Do mesmo modo (e eu repito isso, como eu o disse em minha vida e como eu o disse na última vez e em numerosas intervenções), não é, de modo algum, sinal de boa saúde sentir-se normal em uma sociedade doente.

Aquele que pretende encontrar a liberdade no confinamento não tem qualquer experiência nem qualquer vivência da Liberdade.
Eu não falo, mesmo, de leis organizacionais humanas, eu falo, simplesmente, apenas das próprias necessidades ligadas a esse corpo, ao que vocês chamam as relações.
Se vocês fossem Livres, viveriam de Amor e, unicamente, de Amor.
Vocês concordarão, isso é estritamente impossível nesse mundo, exceto para alguns Seres que testemunharam, pela própria imersão no Maha Samadhi ou, ainda, em Shantinilaya, que eles escapavam das regras de funcionamento desse mundo.
E o mundo não desaparecia, entretanto, uma vez que esse corpo era mantido em vida.

Todas as noções de Liberdade que vocês consideram ou creem são apenas crenças e projeções, por falta de conhecimento do que é a Liberdade.

Vocês são Livres de permanecer nesse mundo após a morte?
Vocês são Livres de estar encarnado?
Vocês conhecem as respostas?
Não.
A Liberdade, como o Amor, através dos Véus da encarnação, permanecem apenas ideais e experiências extremamente limitadas.

Se a Onda Galáctica tocasse, a partir de hoje, o conjunto da Terra, todas as consciências da Terra seriam pulverizadas pelo Amor e pela Liberdade, porque ninguém, mesmo entre os Ancoradores e Semeadores de Luz, poderia suportar a carga de Luz.
Só aquele que foi preparado pela Onda de Vida, e cuja Onda de Vida subiu até acima da cabeça, ao nível da Merkabah Interdimensional, só aquele que foi chamado pelo nome por MARIA, por uma das Estrelas, e cuja percepção do Canal Mariano é intensa sabe, mesmo que seja apenas por episódios (porque ele o vive), o que é o Amor.

Isso pode parecer difícil para a personalidade, e isso o é.
E, se vocês reagem, violentamente, a isso, isso mostra, simplesmente, onde vocês estão.
Isso não é nem para apontar um dedo para vocês, nem para acusar, nem para julgar, mas para engajá-los a irem para além de tudo o que é conhecido.

Enquanto vocês não tenham passado à Outra Margem do conhecido, vocês não podem pretender, explicar e viver o Amor, a Liberdade e a Autonomia.

Questão: muitos humanos são confrontados a medos concernentes ao fato de morrer.

Quem morre?
Quem lhes falou de morte?
Quem fala de morte, se não é a personalidade?

Como o disse o Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV) : «é o mundo que desaparece, não são vocês».
O medo faz parte do que havia sido explicado pelo bem amado João, sobre esse Choque da Humanidade (ndr: SRI AUROBINDO, que foi SÃO JOÃO).
É preferível, e de longe, exprimir esse medo agora do que depois.

Do mesmo modo que existiram, desde muito tempo, livros que lhes falavam da morte (seja no ensinamento do Budismo, junto aos Egípcios, junto aos povos primitivos que davam elementos de acompanhamento daquele que transitava pela morte, a fim de ser liberado), do mesmo modo, os ensinamentos e as Vibrações que vocês têm recebido e vivido são, em definitivo, apenas uma preparação, não para a morte, mas para seu Renascimento ou Ressurreição.
Quem fala da morte, se não é a personalidade?

Questão: quando se tiver Ascensionado, ter-se-á a lembrança de que se atravessou aqui?

Será que aquele que é Amor e Absoluto preocupa-se com o que ele atravessou?
Será que os Êxtases de MA ANANDA MOYI, de HILDEGARDE (ndr: HILDEGARDE DE BINGEN), de outras Estrelas são acompanhados do que quer que seja como lembrança, como memória?
A lembrança, a memória e a experiência da encarnação não se importam com o Amor.
Do mesmo modo, o Amor e a Liberdade que vocês São não conhece qualquer personalidade.

Questão: pode-se dizer que a lagarta seria a personalidade e a borboleta o Amor?

Não unicamente pode-se dizê-lo, mas é a estrita Verdade.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Irmãos e Irmãs encarnados, que o Amor seja sua Morada e que a Paz seja o que vocês São.
Eu sou IRMÃO K, acompanhado de MIGUEL.
Eu os Amo e eu lhes digo até breve, na graça do Amor.
______________________________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

10 comentários:

  1. 1 - Durante este período que os separa do 22 de setembro, anunciado por MIGUEL e MARIA, vocês vão constatar o que eu lhes disse, concernente às linhas de predação, concernente à sua capacidade, cada vez mais fácil, de viver ondas de Amor como jamais experimentaram nesse corpo. 2 - No desafio desse Amor, o que mais pode existir? É nesse Amor, nessa Onda Galáctica, nessa Irradiação e suas qualidades que se vive a Liberdade. Todo o resto desaparecerá. 3 - Do mesmo modo que existiram, desde muito tempo, livros que lhes falavam da morte (que davam elementos de acompanhamento daquele que transitava pela morte, a fim de ser liberado), do mesmo modo, os ensinamentos e as Vibrações que vocês têm recebido e vivido são, em definitivo, apenas uma preparação, não para a morte, mas para seu Renascimento ou Ressurreição.

    ResponderExcluir
  2. Talvez as outras postagens que fiz não tenham sido efetivadas.Então,permitam-me repetir meu pedido:amigos,podem me esclarecer o que significa Portal Orgânico?
    Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fátima, uma resposta dada implica outra pergunta, e isso nunca pára. O mental gira e gira. Lembre-se, vc não tem que buscar respostas, vc é Luz, vc é a resposta. Eu também não sei o que é Portal Orgânico, isso não tem importância pra mim, uma vez BIDI perguntou a alguém mais ou menos assim: "vc já viveu o DNA? Que importância isso tem?" Não tente aprender e sim apreender, e num segundo momento, deixe-se ser apreendida pelas palavras (vibração) de nossos intervenientes, é justamente a essência por trás das palavras que vc deve sentir, isso é além do mental, vc ultrapassa a barreira do mental, Anael falou isso recentemente. O mental pode ter todas as respostas, isso não quer dizer nada para o Espírito, há pessoas que conhecem a Bíblia, sabe onde está tal versículo, tal referência de ponta a ponta, mas isso também não quer dizer nada. Nicodemus conhecia todas as leis espirituais, admirava o Cristo, mas ele conhecia no plano mental,ele não tinha a vivência do Espírito, ele não reconhecia que todo o conhecimento aqui é ignorância, como disse BIDI muitas vezes.
      Seja a Luz, seja o Amor não como um ato de vontade, mas como sua qualidade e essência de Ser. O resto far-se-á.
      Abraços! Luiz Antonio

      Excluir
  3. Tão bizarro quanto isso possa parecer-lhes, o ser humano confinado tem, extremamente, medo da Liberdade, mesmo se ele a reivindique e, sobretudo, se ele a reivindique.
    .................
    Só aquele que foi preparado pela Onda de Vida, e cuja Onda de Vida subiu até acima da cabeça, ao nível da Merkabah Interdimensional, só aquele que foi chamado pelo nome por MARIA, por uma das Estrelas, e cuja percepção do Canal Mariano é intensa sabe, mesmo que seja apenas por episódios (porque ele o vive), o que é o Amor.

    ResponderExcluir
  4. Fátima, lembro-me que foi na MSG do Aïvanhov, de 20/08/2012, que esta expressão "Portal Orgânico" foi usada. Pelo que depreendi, pelo que consta lá, trata-se de pessoas ainda não alinhadas com este processo das grandes mudanças em curso, relativas à Ascensão Planetária (incompreensíveis para elas). Então, seria o pessoal nada receptivo à temática pertinente ao Novo Mundo já iminente, quer seja nas questões vibratórias ou mesmo para uma simples conversa. Também, na resposta do Aïvanhov, é realçada a importância de tais seres, no sentido de promover a nossa própria transformação (e vice-versa, é claro).

    ResponderExcluir
  5. Irmão K:

    "Um Ser de Luz não se alimenta.
    Ele É Luz.
    Não se trata de uma morte, mas, efetivamente, de uma Ascensão.
    Só aquele que não vive, de momento, a Onda de Vida, serve-se de seu intelecto.
    A palavra Amor é, certamente, a que foi a mais degradada, a mais utilizada nesse mundo.
    Enquanto não há Fogo do Coração, enquanto não há Onda de Vida, enquanto não há Incorporação pelo Manto Azul da Graça, vocês não podem pretender conhecer e viver o Amor.
    O sentido do pertencimento a um grupo humano – familiar, social, profissional, afetivo – decorre, diretamente, da privação da Luz e, estritamente, de nada mais.
    Do mesmo modo, o Amor e a Liberdade que vocês São não conhece qualquer personalidade."

    Mas, é tanto Amor a transbordar em suas respostas, que fica impossível, não vivencia-las.
    Noemia

    ResponderExcluir
  6. Manoel,foi exatamente nesta mensagem que tomei conhecimento desta expressão,e também entendi do modo como você disse.Porém,pensei que era um tema já anteriormente abordado,e que seria importante saber mais.Mas,como bem lembrou o Luis Antonio, talvez isso não seja necessário.Rendo graças a vocês;um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fátima, aceite meus cumprimentos por ter abraçado esta falta de necessidade de remontar tal tabuleiro. O que disse o Aïvanhov, que nos chamou a atenção, já seria de bom tamanho. Quanto a esta coisa de falta de alma, realmente não me toca e nem me atrai, de modo algum (pelo contrário).

      Excluir
  7. Fátima, vc está certa há várias msgs q falam de portal organico, basta colocar estas duas palavras ali em pesquisa no site e elas aparecerão,fiz isto e apareceram estas duas , isto significa um corpo criado pelos arcontes que não tem alma, veja:LEITURAS PARA OS FILHOS DA LUZ:
    ANAEL – 21 Set 2010
    Um Templo vazio não é nada, a tal ponto que um Templo vazio de alma é chamado de portal orgânico, que volta ao nada ao final de sua vida. Desidentificar-se não quer dizer despersonalizar-se ou dissociar-se no sentido, ...
    ANAEL – 2/2 – 03 Ago 2010
    Escondendo-se ao abrigo da Luz, na 2ª e na 4ª Dimensão, ele poderia se utilizar do que se poderia chamar, nesse mundo, de um portal orgânico (se preferem, de um sem alma e ainda menos Espírito, ou seja, um sem ...
    se quiser ler a msg completa é só buscar pela data e Nome interveniente, no caso Anael.

    ResponderExcluir
  8. UM PORTAL ORGÂNICO NÃO TEM ALMA, NEM FAZ PARTE DO ESPÍRITO

    ResponderExcluir