Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

20/10/2014

MIGUEL (por Marc) – 20 de outubro de 2014


«Abertura da Cerimônia de volta à Ordem Divina»

Eu sou MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes.
Eu venho a vocês, tanto neste espaço como em todo espaço, para declarar aberta a Cerimônia de volta à Ordem Divina do conjunto de circunstâncias desse mundo.
Eu venho estabelecer, por minha Presença e minha vibração, a autoridade natural do Pai, que me outorga, tanto nesses lugares como em todos os lugares, para vir anunciar essa boa nova.

Não se trata mais, doravante, de maneira alguma, de uma forma de abordagem disso, mas, sim, da realização concreta, efetiva e total dessa volta à ordem, tal como ela se impõe em acordo perfeito com a Programação Divina que vem, então, pôr abaixo as últimas compartimentações e as últimas muralhas que tentam impedi-los, através de armadilhas falaciosas ou de ilusão ótica, de aceder a esse Castelo e essa Morada natural que lhes permite reencontrar os Reinos do Espírito.

Eu venho, portanto, engajá-los a ter-se em linha reta com seu Coração e com o que ele lhes dita para conduta, em conformidade, portanto, com essa Ordem natural que, como eu já anunciei, doravante, vê absolutamente todas as coisas revelarem-se a partir desse Coração divino (ndr: mensagem de MIGUEL, recebida em 3 de agosto de 2014 - aqui).
Não é, portanto, mais questão de deixar, de qualquer maneira que seja, os entraves, as mesquinharias e os desvarios da personalidade virem perturbar essa revelação.

Assim, portanto, tudo o que, em vocês, possa, ainda, duvidar ou tentar conservar e manter qualquer elemento da cena de teatro que termina ver-se-á, literalmente, caçado, atualizado e ordenado a escolher, definitivamente, aquilo que o ser deseja manter, sabendo que não existe mais do que uma única coisa que mereça ser mantida, é essa posição firme em sua Retidão, e que se erige no guardião desse Coração divino.
E, com isso, significa, para si mesmo e para a Criação, seu pleno acordo e sua vivência efetiva dessa reintegração nessa Ordem Divina, e em seu lugar natural nessa Criação.

Assim, portanto, tudo o que tentar vir entravar o desenrolar dessa Cerimônia ver-se-á, simplesmente, varrer, pela Potência da revelação do Amor nesses Tempos, que não se embaraça, portanto, de mais nenhum cuidado, vis-à-vis de qualquer posicionamento irrefletido que tal ou tal consciência pretenderia adotar ou manter em relação ao retorno, em toda a sua Magnificência, dessa Ordem natural.

Eu os convido, então, e nós os convidamos a ouvir o som do galope esmagador dos Cavaleiros do Amor que vêm a vocês e que, doravante, de volta à sela por CRISTO, na erradicação da superfície desse mundo do Mentiroso, veem-se atribuídos de uma margem de manobra total em relação ao acompanhamento da Manobra Divina, sem mais nenhum cuidado nem qualquer manejo vis-à-vis de qualquer ser que não está firmemente instalado em sua Retidão o que podia, ainda até um período recente de seu tempo, necessitar, de nossa parte, uma forma de atenção, e que podia conduzir a um pisotear dos Cavaleiros, assim que aqueles que foram prevenidos não se dignem a ouvir esse alerta, repetido em muitas reprises, nem mesmo, por vezes, ainda que apenas ouvir, bem, isso desaparece, totalmente, doravante, sob o pisotear dos Cavaleiros, que não se atravancarão mais com qualquer enésimo alerta, porque o conjunto do que devia ser alertado, colocado em perspectiva, iluminado, esclarecido e ordenado já o foi, até o extremo do que era possível oferecer como Paciência e adiamento resolutivo em relação a isso.

Assim, portanto, a primeira etapa, se posso dizer, dessa Cerimônia de desmantelamento da ilusão e de derrubada da mentira e dos desvios desse mundo, consiste na Dissolução imediata, por Comando Divino, do que foi nomeada a Casa do Um, na medida em que ela encontrou-se desviada, da maneira a mais falaciosa, pelo próprio Maligno, para dela fazer seu covil, através de uma falta de Integridade demonstrada de um Ser inicialmente chamado ao Serviço do Amor.

Não há, nesse anúncio, qualquer julgamento que seja em relação a isso, mas, sim, a iluminação crua, direta e total da Verdade sobre a mentira que, de maneira insidiosa, semeou, no próprio coração da Fraternidade dos Filhos do Um, o veneno sorrateiro do que, através de vibrações e de mecanismos pérfidos, vem espalhar a morbidez do que se opõe à Vida e recusa reconhecer, plenamente, a Soberania da Criação e de seus Fundamentos no Feminino Sagrado, sobre todas as coisas.

Se tal anúncio choca vocês ou toma-os de surpresa, então, ouçam bem essas palavras: acorde e desperte para a Verdade e para a Vida.
Porque aquele ou aquela que aceita enganar-se [prendre des vessies pour des lanternes], e ter uma vibração de morbidez para a verdadeira Vida é convidado(a), face a face, a ver em qual jogo ele(a) joga.

Se você não entende o que resta de ilusão nesse mundo e que os desvios do Amor – em primeiro lugar dos quais figura o desvio provado por um suposto Servidor do Amor, que utiliza de recursos da Graça para semear veneno e confusão – bem, que tudo isso será pulverizado, simplesmente, porque o que não é o Amor pode apenas retornar a um espaço no qual se possa viver a Redenção e a Reintegração no Amor, se tal é o sobressalto de Lucidez que surge ou, efetivamente, ao néant do que não poderá, indefinidamente, ser suportado na Criação pelos mecanismos do Amor, assim que ele persista a afastar-se sempre mais disso.

Nada poderá permanecer escondido, e a Verdade, nesses tempos, não se embaraça, portanto, com mais qualquer alerta, o conjunto de precauções e de alertas que foram levados a termo.
O tempo é para a Ação da Graça e para portar os holofotes que devem estar sobre o que pretendeu desafiar e minar o terreno.

Que aqueles que vivem, à escuta desse anúncio, um sentimento de injustiça, entendam tem que o que volta e estabelece-se nesse mundo é a Justiça Divina, plena e inteira, aplicada em sua Perfeição, e que o que se põe, através desse restabelecimento, na Ordem Divina, viverá os efeitos disso – não como uma ameaça qualquer, não como uma punição, mas, sim, como a realização do sentido da marcha da Verdade.
E eles são convidados – se sua Lucidez e sua honestidade vis-à-vis deles mesmos permite-lhes isso – a ver os mal-entendidos, os erros de olhar e as projeções restantes na personalidade que eles continuam a manter e que os leva a enganar-se.

A hora é para o Regozijo e para a Celebração do retorno dessa Verdade radiante, que vem fazer despedaçar, com um único golpe, a mentira.
Eu convido aqueles a que esse anúncio faria sobressaltar a ver, então, em um sobressalto de Lucidez, em que eles estavam enganados – não se julgando de qualquer maneira, mas, sim, retificando, na maior instantaneidade, seu posicionamento em consciência em relação a esse teatro de ilusões, os jogos de sombra e de luz que ali se desenrolam, e a tendência que pode, ainda, ser a sua para deixar-se tomar nesse jogo, de uma maneira ou de outra.

A Verdade não se preocupa com qualquer salvaguarda de aparências, mas vem, bem ao contrário, quebrar, de repente, com um único golpe, e fazer explodir a impostura, fazendo explodir, publicamente, os balões da personalidade que se tomaram pelo Amor, enquanto eles são apenas uma minúscula faceta dele.
CRISTO havia dito: o bater dos golpes que anunciam o fim de todos os atos nesse teatro de ilusão começa a ecoar (ndr: Ensinamento de CRISTO sobre o Anúncio e a Anunciação, recebido em 4 de julho de 2014 - aqui).
Então, tenham-se prontos.
E se esse anúncio pega-os de surpresa, coloquem-se na sela, desposando em si, esses Cavaleiros que se anunciam e que atiram, doravante, todos os flanges abatidos, ao som das Trombetas que celebram a irrupção estrondosa da Verdade e da Vida Una na superfície desse mundo.

Eu sou MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes, e, em CRISTO, eu lhes anuncio a Cerimônia que vem pôr abaixo a ilusão e a fraude.
A hora da libertação soou, a libertação da Terra, a libertação das mentiras, a libertação do anúncio dos Reencontros no Amor.

Então, soltem todas as projeções que vocês ainda têm.
E reconheçam, bem além das aparências, a irrupção da Verdade do Amor no que ela assinala e vem selar o fim de um tempo, e a abertura da Nova Ronda dos Filhos do Pai e da Mãe retornados no Amor.

Até breve.
-----------------

Transmitido por Marc

16/10/2014

RUMI (por Air) – 16 de outubro de 2014



Beleza terrestre, seu Manto ilumina-se.
Eis a humanidade, enfim, revelada.

Beleza terrestre, nada pode ignorá-la.
Sua glória revela-se, o esquecimento esquecido.

Beleza terrestre, eu lhe rendo Graças.
Eu me vejo em você, você se vê em mim.

Dança da Vida, Dança única, Dança do único Bem Amado...

Beleza terrestre, o universo inteiro reencontra-se ao seu lado, para assistir a esse novo nascimento.

Beleza terrestre, eu coloco as minhas palavras, palavra por palavra, que saem do Silêncio, que elevam sua glória, ao mesmo tempo permanecendo Silêncio...

Eu sou Rumi.
Eu venho aportar-lhes as minhas bênçãos.

Amigos na humanidade, o tempo é para a Leveza, o tempo é fora do tempo.
Nada poderá ser encontrado que vocês já não sejam.
Nada é mais belo, nada é mais feliz do que o retorno à sua Eternidade.

Sigam, alegremente, seu caminho, porque todos os caminhos levam ao Um.

Eu sou Rumi, e eu venho dançar a morte, que é, igualmente, dançar a Vida...
…Para renascer aí, onde nenhum nascimento pode ser.

Tomemos um tempo no Silêncio, para acolher a Verdade...

[silêncio]

Com coragem, permaneçam retos...
Com Amor, sejam flexíveis…
A Leveza guiará seus passos.

[silêncio]

Amigos na humanidade, eu saúdo em cada um de vocês a Beleza terrestre, a Beleza celeste, o Um, o Bem amado.

Recebam todo o meu Amor, e eu lhes digo até uma próxima vez.
------------------------
Transmitido por Air